jusbrasil.com.br
5 de Agosto de 2021

Defensoria pede a comerciantes para não usar termo 'Black Friday' por ser racista

DR. ADEvogado, Administrador
Publicado por DR. ADEvogado
há 9 meses


Para evitar uma conotação de discriminação racial, a Defensoria Pública do Amazonas pediu aos comerciantes do estado que não utilizem o termo "Black Friday" em referência à última sexta-feira de novembro. Na data, as lojas costumam fazer promoções. A recomendação foi encaminhada para a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus e para a Associação Comercial do Amazonas.

A Defensoria diz que no Brasil o termo é utilizado fora de contexto e que pode levar a entender que dia “preto” é “promocional". No lugar de" Black Friday ", a Defensoria recomenda a utilização de" Semana Promocional ". A mudança visa, de acordo com a Defensoria," o respeito às comunidades afrodescendentes diretamente afetadas pela utilização atual do termo ".

O texto é assinado por Christiano Pinheiro da Costa, coordenador do Núcleo de Defesa do Consumidor, e Leonardo Cunha e Silva de Aguiar, titular da 2ª Defensoria Pública de Atendimento ao Consumidor.

Ao UOL, o professor de sociologia da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Fabio Mariano Borges, afirmou que existem duas teses sobre a origem da expressão" Black Friday ". A primeira, seria dos Estados Unidos, no período da escravidão, quando os negros vindos da África eram comprados, agredidos e vendidos como mercadoria.

A segunda versão remontando aos anos de 1950. Depois do feriado do Dia de Ação de Graças, comerciantes norte-americanos precisavam esvaziar os estoques e se preparar para o Natal. Por isso, diminuíam os preços dos produtos. O professor diz que, na área financeira" black "tem uma conotação equivalente ao" estar no azul "brasileiro. A Agência Lupa apontou que é falso que o termo tenha origens racistas.

Uma série de empresas não deverão adotar o termo neste ano, como o Boticário e Adidas.

(Fonte: www.bahianoticias.com.br)


📰 Veja também:

O Kit Advogando Premium conta com mais de 150 mil modelos de petições prontas, em uma só plataforma acesso vitalício

Petições Imobiliárias 2020 - Baixe Gratuitamente 01 Modelo de Petição!!

Curso Completo de Direito Penal, Processo Penal e Execução Penal!!

24 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Hoje não se pode usar a palavra "preto" pra mais nada que tem conotação racista. Gente, é preciso combater o racismo, sim! Mas pelo amor de Deus, com lógica, bom senso e sem esse posicionamento extremista de que tudo tem racismo. Eu já sofri por ser negra, já ouvi de pessoas mais escuras que eu que não sou tão negra, como se elas fossem aptas a julgar os constrangimentos e humilhações que passei. Como alvo de racismos que já passei, temos que saber diferenciar com inteligência e sabedoria o que é de fato ofensivo ou não. Santa paciência... continuar lendo

O termo RACISMO define justamente a discriminação em razão da cor da pele, e se não me engano, já houve decisão da Justiça dizendo que apenas negros sofrem racismo. E quando dizem isto, inicia o problema, pois alguém terá de fazer a linha de corte para dizer "daqui para lá é negro e sofre, daqui para trás não é negro e não sofre racismo" e você caiu justamente neste segundo ponto, em que alguém que lhe disse não ser negra o bastante para sofrer. continuar lendo

RACISMO é a descriminação pela raça, etnia, onde cria-se uma hierarquia sobre quem é ou não inferior. Um negro pode ter fenótipos de outra 'raça', por assim dizer. A genética nos lembra pela mistura de genes recessivos e dominantes que as caraterísticas físicas são meras combinações e não deveriam alcançar uma conotação de ódio tão grande entre as pessoas. Existe apenas uma raça, a humana; cheia de especificidades, diferenças físicas de fenótipos que se manifestam. A justiça não está acima da lei universal, da ciência em sua pureza de ser, conceitos de pessoas parciais que declaram o que o clamor pede não é justiça. Não tenho a necessidade de expor tudo o que já passei e nem diminuir uma luta tão séria por respeito, luta que nem deveria existir, mas existe porque o ser humano ainda se prende à detalhes como cor, raça, gêneros, etc. continuar lendo

A Defensoria precisa arrumar alguma coisa para fazer. continuar lendo

Pelo amor de Deu. É impressionante a proporção que as coisas estão tomando. Não há nada de racista ou pejorativo. É um termo americano que consolidou-se pelo mundo como sinônimo de promoção.... Estamos caminhando para um mundo engessado, nada pode. É MUITO DIREITO E POUCA OBRIGAÇÃO. continuar lendo

Além de não ser um termo racista, a conotação é totalmente positiva: indica um dia onde os preços ficam mais atraentes aos consumidores, inclusive para os de baixa renda. É igual “Uber Black”, onde a modalidade oferece carros mais luxuosos. continuar lendo