jusbrasil.com.br
27 de Fevereiro de 2020

Juiz de Goiás cita trecho de música em decisão ao condenar Enel: 'Ê, ô, vida da gado'

DR. ADEvogado, Administrador
Publicado por DR. ADEvogado
há 15 dias


Buscando ser tão claro e acessível quanto possível, o juiz Eduardo Perez Oliveira escreveu uma sentença citando obras de música e literatura ao condenar a Enel, concessionária responsável pela distribuição de energia em Goiás, a indenizar um cliente em R$ 20 mil. Consta na decisão um trecho da música Admirável Gado Novo, de Zé Ramalho, em que o magistrado faz referência à vida na zona rural, onde o cliente que moveu a ação teve o prejuízo.

Por meio de nota, a Enel Distribuição Goiás disse que “ainda não foi intimada sobre a decisão judicial”.


Decisão em que juiz cita música de Zé Ramalho 'Admirável Gado Novo' ao condenar Enel ao pagamento de R$ 20 mil de indenização — Foto: Reprodução/TJ-GO

A sentença determina indenização por dano material e moral a um fazendeiro que ficou cerca de dez dias sem energia elétrica na propriedade, localizada em Fazenda Nova, no oeste de Goiás. No documento, assinado na última quinta-feira (6), consta que o cliente chegou a ligar 19 vezes para a companhia na intenção de restabelecer o serviço.


(Enel, responsável pelo sistema de energia elétrica em Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução)

Oliveira contou que objetivo de colocar trecho da música e citar outras obras, como os livros 'Vidas Secas' e 'Grande Sertão: Veredas', é trazer clareza e “humanidade” ao documento jurídico.


“A via da literatura e da música cria essa ponte entre a complexidade do direito e a vida. A Justiça tem que ser clara para fazer essa conexão. Vejo que a riqueza artística permite que a pessoa compreenda melhor alguns termos”, disse.

Segundo o magistrado, a linguagem da área, apesar de ser importante e necessária, não é acessível, muitas vezes, a quem mais precisa entender essas decisões.


“O objetivo é atingir a população. Primeiro, para que o jurisdicionado entenda o que ele está recebendo ou não, porque a empresa está sendo ou não, até para que os serviços melhorem”.

“Embora judiciário não tenha rosto, é importante que se entenda que tem alma formada por juízes, que vêm do povo. Melhor forma de expressar isso é nas sentenças diretas e simples”, afirmou.

(Por Vanessa Martins, G1 GO / Fonte: g1.globo.com)


Conheça também o nosso INSTAGRAM e tenha acesso ao nosso conteúdo de Humor Jurídico!

O Fantástico KIT com 30 MIL Modelos de Petições contém 78 pastas, divida por assunto e matéria, onde vai desde Petições Iniciais até Recursos...

Petições de Trânsito 2020 - O melhor custo benefício em Petições de Trânsito do Mercado + 4 Bônus Exclusivos

Redija com maestria todos os seus RECURSOS CÍVEIS sem esquecer de nenhum tópico importante!

11 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Esse Magistrado é dos meus!
Crânio pensante, fugindo do normal!
Tem os meus sinceros aplausos.
Epa: sem viés políticos, ok?
Com viés de vida! continuar lendo

@fatimaburegio é impossível ouvir a palavra "gado" e não fazer nenhuma conexão com o cenário político hahaha!

Mas gostei da sentença, sou a favor de manifestações que difundem a cultura e o pensamento crítico. continuar lendo

Gado pra mim, é nelore... Rsrs
Coisa boa!
Sei bem do quê estou tratando...
Gosto de fazendas... continuar lendo

Faltou só o número do processo para ler a sentença na íntegra. continuar lendo

19 reclamações e apagão por 10 dias .... o Juiz tem mesmo que aludir à dureza da "vida de gado" do cidadão em claro prejuízo frente ao descaso da concessionária de serviços públicos, que deixou o consumidor a pastar durante todo esse tempo. E os remédios, as vacinas e os produtos alimentícios perecíveis que precisam de refrigeração?? continuar lendo

O que dizer de um amigo e uma magistral juiz senão, sensacional e indelével. Parabéns Dr., Edu. mais uma vez, parabéns. continuar lendo