jusbrasil.com.br
1 de Junho de 2020

Juiz é punido por demora em julgamento de processos no TJRJ

DR. ADEvogado, Administrador
Publicado por DR. ADEvogado
há 2 meses


Os desembargadores do Órgão Especial do Tribunal de Justiça (TJRJ) decidiram, nesta segunda-feira, por maioria de votos a aplicação de uma pena de censura para cada processo envolvendo o juiz Claudio Cardozo França pela demora para analisar processos.

No total, o magistrado sofreu três penas por censura pela lentidão em analisar as ações que chegaram até ele durante os 12 anos em que ocupou a 5ª Vara Cível de Campos de Goytacazes, no Norte Fluminense. Segundo fiscalização da Corregedoria Geral da Justiça, o juiz acumulou 3.600 processos parados em sua Vara de origem.

O juiz já foi advertido em 2016, também por morosidade. Em 25 de janeiro daquele ano o Órgão Especial decidiu, por unanimidade, aplicar a advertência.

A primeira punição foi uma advertência, que é a mais leve que um magistrado pode sofrer. Já a pena de censura, é aplicada quando o juiz age de maneira negligente repetidas vezes em relação ao cumprimento do cargo. O magistrado punido com censura não poderá constar em lista de promoção por merecimento por um ano, desde a data do trânsito em julgado na seara administrativa.

(Fonte: FolhaMax)


Conheça também o nosso INSTAGRAM e tenha acesso ao nosso conteúdo de Humor Jurídico!

Petições de Trânsito 2020 - O melhor custo benefício em Petições de Trânsito do Mercado + 4 Bônus Exclusivos

Mega Combo de Petições 2020 mais de 4.000 modelos de ALTO VALOR testadas e aprovadas, e o melhor: verdadeiramente atualizadas!

OAB Fácil contém um Material Completo para Aprovação no Exame da Ordem, mais de 1.300 aprovados

12 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Baita pena, hein? continuar lendo

Ele, o magistrado, ficará de fato muito prejudicado com a medida. continuar lendo

Só ele?
E a demora em punir a demora? continuar lendo

Se os Tribunais forem punir os juízes por negligência a maioria absoluta estará em apuros.A cada dia ressente-se mais da falta de uma LOMAN verdadeiramente severa no particular. continuar lendo

Verdade.

Estou acompanhando um processo de inventário, relativamente fácil, que está tramitando há 12 anos e o mesmo está parado concluso para decisão há 2 anos, uma simples decisão interlocutória para nomear novo administrador do inventário. continuar lendo

Outro dia um juiz utilizou a letra de uma música numa sentença, acho que foi "Vida de Gado" do Zé Ramalho. Agora eu sugiro outra música para expressar a morosidade da nossa justiça: É devagar, é devagar, é devagar, devagarinho - Martinho da Vila. continuar lendo