jusbrasil.com.br
29 de Novembro de 2020

Desembargadora critica fala de colega durante sessão do TJ-BA: 'Perda de tempo, não fala p**** nenhuma'

DR. ADEvogado, Administrador
Publicado por DR. ADEvogado
há 5 meses


Um comentário crítico feito por uma desembargadora acabou vazando durante uma sessão da 1ª Turma da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia nesta quinta-feira (9).

Durante o julgamento de um dos casos, a desembargadora Soraya Moradillo perguntou o voto da desembargadora Ivete Caldas, que começou a tecer o seu argumento. Em determinado momento, é possível ver Moradillo cobrindo a boca. E então se ouve: "Uma perda de tempo, meu Deus do céu. Não fala porra nenhuma".

Caldas pareceu não perceber o que foi dito, e questionou: "Estou falando baixo? Não, né?". Depois, prosseguiu com seu voto, e concluiu: "Se eu estiver falando muito baixo, por favor, presidente, pode reclamar. Fique à vontade. Deu pra ouvir?". Moradillo apenas responde "deu sim", antes de chamar o próximo voto.


(Fonte: www.bahianoticias.com.br)

📰 Veja também:

Combo de Petições 14x1 - São 14 Kits de Petições com mais de 3.000 modelos - Melhor Custo Benefício.

Petições de Trânsito 2020 - Baixe Gratuitamente 01 Modelo de Petição!!

Curso por Assinatura de Direito Penal, Processo Penal e Execução Penal 100% Online ministrado pelo Prof. Evinis Talon.

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Essas audiências virtuais estão sendo ótimas para dar risada e encontrar várias pérolas kkkkkk (mas sinceramente a desembargadora além de lerda no raciocínio, parecia ter dificuldade em ler). continuar lendo

boa tarde
Agora fica claro sabermos quem realmente leu os autos ou não, esse método de vídeo... vai dar mais transparência para o judiciário.
grato continuar lendo

Vi audiências no Mato Grosso, e em Santa Catarina, a meu ver, foram audiências de alto nível. Agora, esta manifestação do colega de plenário me deixou um pouco triste que tenha ocorrido em segunda instância. continuar lendo